Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]




As Noites da Queima

por MPS, em 01.05.15

Se és universitária e estudas no Porto, o queimódromo será a tua segunda casa na primeira semana de maio. Por muito cansativo e repetitivo que te possa parecer, não fiques em casa. Vai todos os dias. Todos.

Porque a Queima das Fitas é a melhor semana da tua vida de estudante.

 

Sapatilhas velhas e camisola de curso são o dress code adequado. Não te iludas. Não adianta maquiares-te, pois, em pouco tempo, sentirás o rímel a escorrer-te pela cara. Leva na carteira lenços de papel, porque ao início da noite as casas de banho já estão imundas.

Não entres no queimódromo sóbria, para não te desiludires. Encontra-te com os teus amigos da faculdade à hora de jantar, partilhem histórias, finos e experiências. Apanhem o autocarro na Trindade, que é de borla - e a probabilidade de morreres asfixiada no meio da multidão é menor do que parece. O máximo que te pode acontecer é viajares meia hora com o rabo de alguém mais alto encostado à tua cara, por entre gritos e canções académicas.

 

E se estiveres cansada, vai.

E se estiveres com sono, vai.

E se estiveres de ressaca, vai na mesma.

 

E, acredita, não vai ser perfeito. Nem de longe, nem de perto.

Vais chorar. Pelo menos numa das oito noites, vais chorar. Mas, calma. Provavelmente no dia seguinte não te vais lembrar do motivo.

E se vires um concerto, é porque a banda é mesmo, mesmo boa. Ou então enganaste-te nas horas de chegada.

 

Haverá momentos em que vais estar sozinha a vaguear por entre as barraquinhas. Outros em que estarás rodeada de gente a pagar-te shots a preço de custo. E pelo menos uma noite em que vais maldizer a tua sorte porque vais acompanhar a tua amiga ao posto médico (ou “a tua amiga” és tu).

 

E se pensas que vais enviar mensagens a amigos para se encontrarem contigo em algum ponto do queimódromo, desengana-te. O teu telemóvel não vai ter rede. Quem se cruzar no teu caminho será por acaso, e não premeditado – e é muito melhor assim.

E é certo e sabido que no último fim-de-semana vai chover.

 

Há-de chegar uma altura em que a Queima deixará de fazer parte da tua vida e tu e os teus amigos vão trabalhar todos os dias das 9 às 6.

Nessa altura, vais sorrir sozinha só por te lembrares daquelas oito noite parvas e sem conteúdo, onde não se aprende nada.

Mas os amigos de faculdade ficam para a vida.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

publicado às 23:02



Mais sobre mim

foto do autor



Arquivo

  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2015
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2014
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D